Servidores farão greve contra reforma administrativa em 18 de agosto 

02-08-2021

 

Na avaliação das centrais sindicais, a reforma pode aumentar casos de corrupção e autorizar políticos a contratar amigos e parentes 

 

O Fórum das Centrais Sindicais planeja fazer uma greve no dia 18 de agosto em protesto contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32, da reforma administrativa. A ideia é pressionar os parlamentares para que o projeto não avance no Congresso. 

De acordo com a Central Única dos Trabalhadores (CUT), na última sexta-feira (30/7), ocorreu um encontro virtual nacional, com a participação de trabalhadores do setor público das três esferas – federal, estadual e municipal – para debater e organizar a paralisação. 

Na avaliação dos sindicalistas, a reforma pode aumentar casos de corrupção, autorizar políticos a contratar amigos e parentes e acabar com o serviço público.

*Com informações, Metrópoles 

 

Previdência Social