Em movimento nacional, Anasps pede aprovação do PL que suspende pagamento de empréstimos

A Anasps, entidade que representa 50 mil servidores públicos, ativos e inativos, é integrante do Movimento Acorda Sociedade (MAS), exercendo a coordenação de Comunicação do MAS, composto por 148 entidades nacionais.

Estamos em atuação conjunta com a Campanha Nacional #AprovarSemAlterar, que tem como objetivo, solicitar aos deputados que ratifiquem o texto do PL 1328/20, que suspende o pagamento de empréstimos consignados por quatro meses aprovado pelo Senado no último dia 18.

Segundo as entidades, a medida impactará mais de 30 milhões de famílias de aposentados e pensionistas do INSS, trabalhadores do setor público e da iniciativa privada.

A campanha que endossa a reivindicação está sendo lançada pela ANASPS, no dia de hoje, diariamente haverão Lives do movimento, sempre às 19h, no canal do YouTube.

⚠️ É fundamental a sua participação neste projeto. Compartilhe, divulgue e participe!

▶️ Assista diariamente as lives, às 19h, pelo link:

https://www.youtube.com/channel/UCyg8_5dzboMITMYVcb1l7JA

Confira o texto aprovado pelo Senado Federal: https://legis.senado.leg.br/sdleg-getter/documento?dm=8123937&ts=1593112077674&disposition=inline

↪️ Para aderir ao abaixo-assinado e solicitar apoio aos deputados federais:

www.naopodemosaceitar.com.br/

 
 
 

Nota pública sobre a EC 103/2019 – REFORMA DA PREVIDÊNCIA

A Associação Nacional dos Servidores Públicos, da Previdência e Seguridade Social (ANASPS), participa do Movimento Acorda Sociedade (MAS), composto por 148 entidades de âmbito nacional, além das Confederações representativas dos Servidores Públicos das esferas Federal, Estaduais e Municipais.

O movimento questiona no Supremo Tribunal Federal (STF) os dispositivos da Emenda Constitucional 103/2019 que alterou o Sistema de Previdência Social, estabelecendo regras de transição. A ANASPS reforça a demanda do MAS.

Acesse aqui a nota pública na íntegra.

 
 
Com a crise do novo coronavírus, ficou difícil para muitas pessoas pagarem as contas, inclusive para os servidores públicos. Por esse motivo, parlamentares estão lutando para garantir a aprovação do PL 1328/2020. A medida impactará mais de 30 milhões de famílias de aposentados e pensionistas do INSS, trabalhadores do setor público e da iniciativa privada. Confira:

Deputado Júlio Cesar Ribeiro Republicanos/DF

Deputado Professor Israel Batista(PV-DF)

Deputada Lídice da Mata(PSB/BA)

Deputada Alice Portugal (PCdoB/BA)

Deputado Denis Bezerra (PSB/CE)

Deputado Hiran Gonçalves (PP/RR)

*Colaborou Denise Cavalcante

Em carta enviada aos 513 deputados federais, a Associação Nacional dos Servidores Públicos, da Previdência e da Seguridade Social – Anasps, que há 27 anos representa 50 mil servidores públicos, pede aos parlamentares que aprovem o Projeto de Lei 1328/2020, que prevê suspensão, por 120 dias, dos pagamentos de empréstimos consignados de aposentados, pensionistas, servidores, empregados públicos e trabalhadores da iniciativa privada.

A suspensão dos pagamentos que foi motivada em virtude do reconhecimento do estado de calamidade pública em decorrente do novo coronavírus, impactará, favoravelmente, mais de 30 milhões de famílias, entre aposentados e pensionistas do INSS, trabalhadores do setor público e da iniciativa privada.

Tal medida não prejudicará nenhum setor envolvido, uma vez que as parcelas serão pagas quando o cenário nacional estiver mais estável e equilibrado.

A Anasps julga ser justo que, em um período de dificuldade, como este que o mundo atravessa, o Estado possa dar sua parcela de contribuição, proporcionando capital de giro às famílias que se encontram em dificuldade financeira. Tal medida não prejudicará nenhum setor envolvido, mas trará mais tranquilidade àqueles que passaram a ser arrimo da família.

Continuamos trabalhando para que os interesses dos nossos associados sejam alcançados.