CNPS aprova carência para consignado e refinanciamento para moradores do RS

Durante reunião na última segunda-feira (27), o Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS) aprovou uma resolução que autoriza, de forma excepcional, que as instituições financeiras que operam com crédito consignado adotem carência, com cobrança de juros, para a contratação de empréstimo consignado e refinanciamento pelos beneficiários residentes no estado do Rio Grande do Sul.

Desta forma, beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que residem no estado poderão negociar a criação de uma carência nos descontos dos consignados, ou contratar um novo empréstimo, de forma a evitar um desconto imediato. A medida foi aprovada por unanimidade e o prazo é de até 180 dias.

“A contratação de novas operações e o refinanciamento das já existentes, com carência, somente poderão ser implementados pela instituição financeira mediante opção expressa do titular do benefício, no qual conste a indicação do período de aplicação da medida, que poderá variar de uma a seis competências”, explicou o INSS, em nota.

Previdência Social